quinta-feira, agosto 02, 2007

QUANDO O JOGO SE CONFUNDE COM A REALIDADE

Como os mais curiosos já devem ter lido no meu profile, sou um grande fan do FMANAGER, neste caso na versão 2006.
No jogo em que estou a participar neste momento, escolhi o Operário dos Açores para ser a minha equipa.
Táctica simples, comprar jogadores livres e baratos, com grande resistência e recomendados pelo olheiro, vender jogadores em Dezembro e no final da época para cobrir o déficit de tesouraria e como resultado de tudo isto, na 2 época subi à Liga de Honra em 4 lugar logo atrás das equipas B do Benfica, Marítimo e Braga.
Neste momento vou na 2 época na Liga de Honra num bom 9 lugar.
O mais engraçado ocorreu quando verifiquei que em 2008 acabava o contrato de patrocínio que tinha sido negociado quando o clube estava na 2 divisão. Pensei logo que esta era uma razão para ser fundamental conseguir a manutenção na minha 1 época na Liga de Honra, porque assim o clube tinha um argumento mais forte na negociação.
Assim foi, lá consegui a manutenção à custa de uma vitória sobre o Farense na última jornada, depois de até ter andado a lutar pelos lugares de subida, e o contrato foi renegociado para a maravilhosa quantia de 40 mil euros por ano nas próximas 4 épocas, ou seja, valor que nem paga os salários de 1 mês da equipa!
Afinal o jogo não é muito diferente da realidade e nem no Manager se Gilberto Branquinho tem descanso e não tem de inventar malabarismos diariamente.
Resultado?
Defini a seguinte estratégia para ajudar o meu presidente: vender os jogadores mais caros do plantel para reduzir os encargos mensais e procurar incessantemente jogadores bons e baratos para comprar a zero e vender a bom preço, tudo isto é claro, conseguindo a manutenção.
É que também no jogo não se pode contar com receitas da assistência, porque a média são 302 espectadores...
E ainda dizem que o Manager não tem nada a ver com a realidade!

2 Comments:

At 8:57 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Como jogador de manager gostei imenso de ler este post. Um jogo que permite desenvolver boas qualidades de gestor de clubes seja de grandes, como a maioria dos utilizadores escolhe para conseguir títulos ou de clubes pequenos, como foi o caso, para obter pequenas grandes vitórias como a manutenção ou subida de divisão.
Um abraço e continuação dos maiores sucessos. ´Já agora também podia deixar o nome de algumas "vedetas" do plantel.

 
At 12:20 da tarde, Blogger SPN said...

Os que me lembro assim de cor são:
João Monteiro - GK;
Gervásio Braga - PL;
Jorge Ferreira - PL;
Mas depois vejo e digo mais.
Obrigado.

 

Enviar um comentário

<< Home