quinta-feira, setembro 11, 2008

Um outro Portugal - Dinamarca

Portugal entrou devagar no jogo, qual Fiat Panda a tentar chegar à velocidade mínima obrigatória em auto estradas tão competitivas como as de qualificação para o Mundial.
A Dinamarca viu o truque e, aos 2 minutos de jogo, já tinha levado as suas star van perto da glória por 2 vezes.
Em pé, no banco, o Jean Todt português mandou a malta carregar no acelerador e esquecer o preço da gasolina. (Assim como assim, o dinheiro que fica nas registadoras das bombas de gasolina é para ser roubado..)
Foi assim que o Fiat Panda foi crescendo, crescendo…de Panda a Uno, de Uno a Tipo, de Tipo a Bravo…
E, enquanto a malta procurava na Automotor o modelo seguinte na gama da Fiat, tomava forma na pista o modelo Deco, bólide de alta cilindrada que os restantes só conseguiam ver nas repetições da TVI e em slow motion.
Aproximava-se a ida às boxes e o Fiat Panda lá marcava um, ainda que sempre sobressaltado pela deficiente afinação do pára-choques traseiro, que fazia o carro balançar a torto e a direito, e só não foi pior porque lá aparecia uma peça (perna) qualquer na engrenagem que impedia que as star van dinamarquesas fizessem estragos.
Nas boxes, o Jean Todt português explicava como atingir a velocidade de ponta. Em inglês, claro, que equipa competitiva que se preze quase não tem pilotos que residam no país natal e ainda falem o idioma nativo.
De regresso à pista, o Fiat Panda ligou a tracção às 4 e lá foi andando, sempre com a meta à vista, mas sempre sem conseguir fazer a última curva, ou melhor, transformando a recta da meta numa escapatória sem saída.
Sucediam-se as saídas de pista e pimba, uma star van fora de controlo veio por ali a fora e espetou onde mais dói: na bagageira do Quim.
E o Jean Todt a ver a vida a andar para trás…
Mas como se para calar os menos crentes, eis que se dá um milagre: uma star van descontrolada atropela uma velhinha que apenas queria atravessar a passadeira que no outro lado da rua ofereciam bandoletes…Ou, em linguagem técnica, penalty!!!
Deco, bólide de acabamentos de luxo, porta luvas em kevlar e fibra de carbono, espeta-lhes mais um. Começava a jorrar o champanhe na boxe…
Mas os veículos a diesel têm destas merdas e aquelas star van, já a cair de podres, retocadas aqui e ali por umas peças novas gamadas de um Honda Civic de 1999 que, imprudentemente, estacionara no Cais do Sodré à mesma hora que chegava o comboio de Cascais, ainda foram a tempo de ultrapassar os Fiat Panda mesmo em cima da meta.
Primeiro, Quim fez um raide aéreo mas esqueceu-se de que carros com aquela idade já é difícil andarem na pista, quanto mais nas alturas.
Depois fura-se um pneu a uma star van em pleno andamento e pronto, carros velhos têm destas merdas, uma peça do tubo de escape parte-se e solta-se, bate num rail e pimba! outra vez na bagageira do Quim.

Corridas de carros têm coisas destas…
E Jean Todt sente-se de novo nas Arábias: pode ser prof, pode ser inteligente, pode ser sagaz, mas tem de andar com a cara tapada.
A não ser que se queira pôr a jeito para um recauchutamento

7 Comments:

At 10:27 da manhã, Blogger MM said...

Fiat Panda com tracção integral, é pena é perder a aderência ao piso na traseira e na frente....

 
At 10:46 da manhã, Blogger SPN said...

Regresso em grande!!!
Para quem não viu o jogo, como eu, fica a perceber claramente o que se passou.
Só foi pena foi ter-se passado.
E num grupo de merda, lá voltamos nós a começar a ter de fazer contas.

 
At 10:55 da manhã, Blogger Ricardo said...

Às vezes dá-me para estas brincadeiras...

 
At 12:05 da tarde, Blogger NC7 said...

So estamos a 1 ponto do primeiro lugar. Segundo me disseram, até aos 80 minutos jogamos fantasticamente e podíamos ter goleado. Acham que os erros cometidos não são facilmente corrigíveis com os jogadores da qualidade dos nossos?
Confiança pessoal, temos grande selecção e grande treinador. Não devemos começar com o habitual pessimismo português.

 
At 3:31 da tarde, Blogger Ricardo said...

Só 1 pequena correcção:

Portugal tem 3 pontos.

Assim, está a 3 pontos do 1º lugar que de momento é ocupado pela Albânia, com 6 pontos.

A 1 ponto estamos da Suécia e da Dinamarca, ambas com 4 pontos.

 
At 1:12 da manhã, Blogger SPN said...

Eu não disse que já iam todos começar a fazer contas?
E não me venham com as vitórias morais. Estas não nos levam lá.

 
At 9:53 da manhã, Blogger Ricardo said...

Com contas ou sem contas, as informações que passam aqui devem ser correctas, só isso

;)

 

Enviar um comentário

<< Home